Do CoraçãO

Este blog é uma forma de me comunicar com mais garotas e juntas percebermos que temos as mesmas dificuldades. Porém o motivo principal de sua criação é difusão do nome do meu amado Jesus Cristo.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Hoje vamos falar de Jonas

Hoje vamos falar de Jonas. Quem era Jonas? Seria o homem que fugiu, mas por fim obedeceu a Deus? Seria (como ele se intitulou) "hebreu, adorador do Senhor, Deus dos céus, que fez o mar e a terra" (Jn 1.9)? Seria um profeta? Seria... um mimizento? Antes de refletirmos, leiamos todo o livro do profeta Jonas e organizemos as ideias.
Jonas foi um homem chamado por D-s para levar uma palavra pesada ao povo de Nínive (capital da Assíria - povo de maus caminhos e violentos Jn 3.8) e que por um momento pensou ser possível se esconder de Deus (aquele Todo-Poderoso que ele disse servir), pois não queria ir àquela cidade. Já ouvi pregações dizendo que nosso profeta fugiu, pois tinha medo da morte causada pelos ninivitas, mas ao ler o livro descobri que não foi bem esse o motivo...Mas vamos deixar isso para o final por um instante. O nosso amigo teve várias atitudes chatas que o tornaram: - fugitivo (tentou se esconder de Deus), - desobediente (não quis ir a Nínive), - egoísta (nem ligou para o povo da cidade), - omisso (não transmitiu de primeira a mensagem e fez de conta que o negócio não era com ele no barco quando tentaram descobrir de quem era a culpa pela tempestade) e - mimizento (já falaremos disso)! Mas o Senhor em sua infinita misericórdia o ESCOLHEU, apesar de suas imperfeições e todos os adjetivos ruins ele ouviu a voz de Deus e foi escolhido. E aí você já deve estar julgando o amiguinho da nossa história, né?! Maaaaaas, quem aí NUNCA, nem uma vez na vida tentou se esconder do Criador? Quem nunca desobedeceu ao Salvador? Quem nunca foi egoísta sem se importar com o próximo? Quem nunca foi omisso naquela vez que não quis  se "indispor" com pessoas que falavam contra sua fé, por exemplo? E por último e não menos importante: quem nunca ficou bravo porque D-s teve misericórdia de alguém que no nosso julgamento seria declarado CULPADO?
Gente, Jonas se irou porque o Senhor teve PIEDADE de Nínive! (ataque de mimizisse nível hard)

"Senhor, não foi isso que eu disse quando ainda estava em casa? Foi por isso que me apressei em fugir para Társis. Eu sabia que tu és Deus misericordioso e compassivo, muito paciente, cheio de amor e que promete castigar mas depois se arrepende.Agora, Senhor, tira a minha vida, eu imploro, porque para mim é melhor morrer do que viver" Jonas 4:2,3

Que atitude mais triste! Não se alegrar com a bondade de YAHWEH, não se alegrar pela segunda chance que Nínive recebeu. Ele desejou MORRER de tanta raiva que sentia e Deus perguntou se havia razão para a fúria sentida. Resumindo, o Senhor fez uma planta crescer (em um dia!) para fazer sombra onde o mano Jonas estava e depois mandou uma lagarta estragar a brincadeira fazendo a planta secar (em mais um dia!), a careca do mano (não sei se ele era careca, viu kkk) ficou exposta ao sol (fora o vento super quente que Elohim mandou) e novamente ele ficou doido de raiva desejando a morte.
E o livro termina com uma indagação de D-s para Jonas:

" Você tem pena dessa planta, embora não a tenha podado nem a tenha feito crescer. Ela nasceu numa noite e numa noite morreu. Contudo, Nínive tem mais de cento e vinte mil pessoas que não sabem nem distinguir a mão direita da esquerda, além de muitos rebanhos. Não deveria eu ter pena dessa grande cidade? " Jonas 4:10,11

Isso nos traz um lição preciosa: A graça não é minha e nem sua, ela pertence a Deus, então pare de escolher a quem ela vai alcançar! Ame mais o próximo e tenha empatia ao invés de julgar e criar barreiras para o agir de Deus na vida das pessoas.

"Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos." Efésios 2:4,5

" Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus;" Efésios 2:8

quinta-feira, 23 de março de 2017

E esse negócio de sacrifício?

É de nosso conhecimento que no velho testamento o povo de Israel realizava sacrifícios (partes do animal eram queimadas no altar) e holocaustos (quando o animal era todo queimado no altar) a Deus. O Senhor escolheu essa nação para si e sempre se preocupou com sua conduta, mas o povo (assim como nós) errava muito,  não conseguia permanecer fiel e foi se habituando aos sacrifícios.
Davi expõe sua sinceridade dizendo:

"Eu te oferecerei um sacrifício voluntário, louvarei o teu nome, ó Senhor, porque tu és bom. Salmos 54.6"

Ele demonstra que não está preocupado somente em manter-se "a salvo" ou que procura somente o favor de Deus, ele os deseja, mas também deseja engrandecer o nome de seu Criador. Ele se voluntaria ao invés de seguir a tendência pecado -> oferta -> perdão e escolhe oferta de louvor para adoração. Davi também faz uma observação:

"Não te deleitas em sacrifícios nem te agradas, em holocaustos, se não eu os traria. Os sacrifícios que a gradam a Deus são um espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás. Salmos 51.16, 17"

Ele sabia que Deus estava cansado de sacrifícios e desejava obediência, pois nela tem prazer (1 Samuel 15.22). Então nos perguntamos, como horar a Deus? E no livro de Salmos também encontramos a resposta!

"Ofereça a Deus em sacrifício a sua gratidão, cumpra os seus votos para com o Altíssimo, e clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará. Salmos 50.14, 15"

"Quem me oferece sua gratidão como sacrifício, honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos. Salmos 50.23"


Ofertar a nossa gratidão nada mais é que reconhecer o Senhor como o principal em nossa vida e que tudo o que "temos" e somos é por Ele, para Ele e por meio dEle.